Últimas Notícias

Pesquisa mostra deficiência no uso de tecnologias por empresas

Números mostram algumas diferenças entre grandes e pequenas empresas, como o uso das ferramentas para negociação online e a comunicação com clientes

Apesar da melhora na infraestrutura comunicacional, empresas ainda tem índices de presença digital pouco representativos, considerando a importância dos meios digitais para a comunicação com os clientes. Segundo números da pesquisa TIC Empresas 2019, 54% afirmaram ter página na internet e 78% contas nas redes sociais.

As mídias sociais mais comum entre as empresas ainda é o Facebook, com 62%, à frete do WhatsApp ou Telegram, com 54%. Na sequência, vemos Instagram ou Snapchat, com 44%, e o Linkdin, com apenas 15%.

Os índices nas redes socias, porém, variam muito de acordo com o tamanho das empresas; 51% e 77% no caso das pequenas empresas e 89% e 90% para as grandes. Ao todo, foram analisadas sete mil empresas ao redor do Brasil.

E como essas redes são usadas? Mais da metade (57%) das empresas avaliadas usam as ferramentas digitais para fazer comércio. Os principais canais para a venda de produtos online é WhatsApp e Facebook Messenger, com 42%. Na sequência, vem o Facebook e Snapchat, com 20%. Apenas 16% disseram usar um site próprio para realizar as vendas.

A publicidade também é muito utilizada pelas empresas para se promoverem. No setor de alojamento e alimentação, este índice chega a 50%, enquanto no setor de comunicação o número é de 46%. Bem perto está os setores de artes, cultura, esportes e recreação, com 44%.

Para se realizar todos essas projetos online, as empresas demandam de grande qualidade de conexão, o que se mostra correspondido, já que 67% das companhias se conectam via fibra ótica, contra 54% por linha telefônica. 51% optam por a cabo, como nas assinaturas de TV, e 46% por conexão móvel, como 3G ou 4G.

Porém, o uso de fibra ótica é mais comum em empresas grandes em comparação às pequenas, com 91% e 65%, respectivamente. A proporção de empresas com conexões de 1 Mpbs a 100 Mbps foi de 35%, em 2015, e para 53%, em 2019, o que mostra uma melhora nas velocidades.

Entre os serviços utilizados, nas grandes empresas os softwares específicos tem mais presença - 37% contra 22% das pequenas companhias.

Sobre o uso do big data, que é o precessamento inteligente de dados, o Brasil está atrás de países como Espanha, com 11%, Noruega, com 15%, e Finlândia, com 19%. O Brasil tem apenas 4% de empresas usando o recurso.



Fonte: Olhar Digital

Data: 20/07/2020

Palavras Chave


Notícias Invent Web, Olhar Digital, Pesquisa mostra deficiência no uso de tecnologias por empresas, Invent Web, Agência Digital.

Top